Raul Seixas Vive

Raul Seixas Vive
No cemitério, eis que surge "Raul": do céu ou do inferno?


Oh yes... sedentos of rock...

Raul queria ser Elvis... Hoje, todos querem ser Raul...




Acima, a música Sapato 36, de Raul Seixas, cantada e executada pelo seu mais fidedigno intérprete, Marcos Clemente, o Marquinho, vocalista da banda Arapuka. Sinta a emoção de quem reconhece o legado do pai do rock.


Seu editor preferido transbordou os limites de nossa Cariacica Underground chegando à cidade de Salvador, na Bahia, para trazer aos cariaciquenses toda a ufania do rock and roll nos quatro cantos do Brasil...

Por essas bandas, incrivelmente se ouve pouco Axé e nenhum sertanejo universitário - graças.

Ouvimos bem, sim, os batuques do Olodum. Mas se quisermos nosso bom e velho rock and roll of night temos que procurar fora dos grilhões da curtição burguesa e da beirada de praia, temos que adentrar até as periferias.

O rock, lá como cá, também sobrevive graças aos esforços individuais de cada amante do underground.

Na construção dessa nossa teia do rock, Wesley Aranha, punk velho lá de Santana, nos deu o contato do grande Papa (Paulo Jesus), dono do bar Kilimanjaro ou bar do Papa, no Pelourinho, onde se pode ouvir um bom rock and roll.

Paulo Jesus, maluco beleza, possui a obra completa de Raulzito em vinil e é raulseixista desde sempre.

O Papa, juntamente com a figuraça de Dunga Maluco (Adriano Santos) mantêm coeso e existente, segundo eles desde há 10 mil anos atrás, o mais importante movimento raulseixista no Brasil.

Acima, Dunga Maluco, Everton Lima (El Poeta), Papa, Heleno Mota e o casal que teve como padrinhos de casamento os pais de Raul Seixas, Lázaro Dias e Maria Lúcia

Em contato com Papa, fomos imediatamente convidados a participar da confraternização no dia de aniversário de nascimento de Raul, dia 28 de junho, lá no cemitério Jardim da Saudade, em Brotas, aos pés da lápide do pai do rock.

Fomos e registramos.


Raulseixistas pra toda a vida: Heleno Mota, Maria Lúcia, Lardes (agachado), Jackson, Marcos Clemente (Marquinho), Itamar, Jailton Laranjeiras, Dunga Maluco, Paulo Jesus (Papa), Lázaro Dias e Rômulo

Essa turma joga à vera.

Presenciei muita emoção e envolvimento de pessoas comuns, profissionais, pais de família e também jovens influenciados positivamente não só por Raul e sua obra, mas principalmente pelo exemplo da promoção do "bem".

São amigos. Mais que isso, são irmãos. 



Dunga maluco, presidente da JACA, fala "pouco e bonito"

Semanalmente o grupo se reúne para ouvir e conviver com a arte de Raul Seixas.

Além de louvarem ao roqueiro brasileiro mais famoso, o movimento raulseixista baiano, conglomerado nos coletivos Palco do Rock, Juventude Alternativa de Cajazeiras (JACA) e o Clube do Rock, conseguiu a institucionalização do Dia Municipal do Rock, comemorado todo dia 28 de junho, dia do nascimento de Raul Seixas.


Marquinho relata uma das proezas desse grupo quando organizou a Passeata do Rock - Raul Seixas 20 anos mais vivo, em 2009, na cidade de Salvador

Esse mesmo grupo, principalmente pelos esforços de Lázaro Dias e Maria Lúcia, organiza o tributo a Raul na cidade de Paratinga, distante 500 km de Salvador.

Lá, anualmente, na data de 21 de agosto, é realizada uma caminhada pelas ruas da cidade, ao som, é claro, de Raulzito. 




Além dessa data, 28 de junho, nascimento de Raul, todos se reúnem também na data de morte, 21 de agosto, e no Dia de Todos os Santos, 01º de novembro, aos pés de sua lápide, roubada três vezes. A atual foi chumbada no concreto.



Tente Outra Vez, na voz de Marquinho, da banda Arapuka


Além do bar Kilimanjaro no Pelourinho, outro ponto de encontro importante dos amantes da sociedade alternativa é o bar do Paulo Rasta, bar Raul Delírius Seixas, localizado na Av. do Contorno, em Salvador, em que há 23 anos, todas as sextas-feiras, realizam a ovação da obra de Raulzito.

Se passar por Salvador, procure essa turma.

Do seu editor punk... até as próximas Palhetadas do Rock...

Raul Seixas vive!
















Comentários

  1. PARABENS y OBRIGADO pelo registro... Emocionante ver vocês ahi... o meus amigos Papa y Heleno Motta, sempre empenhados no culto á figura do Mestre... Tudo de bom pra VOCÊS!! ..y Viva a Sociedade Alternativa!!! ...*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi um grande prazer conhecer todos vocês. O rock and roll nos une... Um grande abraço das Palhetadas do Rock...

      Excluir
  2. Parabéns e obrigado meu caro...
    por ter enriquecido esse dia de união com a felicidade da vossa presença
    pelo registro desse movimento aqui na Bahia... ( onde nasceu o Pai do Rock Raul Seixas)

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Olá, boa noite, Parabéns! GComo vai? Você faz shows em Aniversário? Em Belo Horizonte? Obrigada!
    claudiah757@aol.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

As palhetadas agradecem. TUDO PELO ROCK!

Postagens mais visitadas deste blog

Woodstock: a história ainda não acabou

Carnapunk em Cariacica

Cariacica Punk - Crônica 01