Grupo Moxuara 17 Anos Depois...

Grupo Moxuara,

17 Anos Depois...


Moxuara, em verso e prosa.

O grupo Moxuara voltou ao palco do Centro Cultural Sesc Glória, em Vitória, depois de 17 anos. Vale a reflexão sobre os mais de 25 anos de trabalho desse grupo de jovens que se reunia nas festas de bairro em Cariacica, mais precisamente nos arredores de Campo Grande, bairro São Geraldo e Vila Palestina, lá pela segunda metade da década de 80.

Luiz Guilherme e Naira Mota. Quando o Moxuara nasceu, minha filha ainda era projeto... Na mesma época em que realizava meu trabalho como guitarrista da banda Zoopatia, o Moxuara surgia firme em seus propósitos.

Mas acreditamos numa premonição... porque quando nascemos, nascemos predestinados, mas ao longo do caminho temos nosso espaço, fazemos nossas escolhas (livre arbítrio?).

Escolhas que Luis Guilherme, Flávio Vezzoni e José Elias souberam fazer muito bem. Nos deram o Moxuara, em verso e prosa.

Ontem, numa bela noite de domingo, contemplamos, nós, os amigos do Moxuara, bagunceiros e felizes, mais uma apresentação intimista e alegre do grupo. Interação como a de uma família, gritos de "lindo" e muitos aplausos.

Jack Zoopatia, Flávio Vezzoni e Dílio Lyra.

Boas lembranças no repertório que em 1 hora e 15 minutos nos brindou com canções de seus primeiros trabalhos, Quarto Crescente e Pontos e Nós, dentre outros.

A agenda do grupo segue adiante, com shows previstos para o Sul e Centro-Oeste do país.

Vá em frente Moxuara, e leve o embornal no lado esquerdo do peito...

Do seu editor punk, TUDO PELO ROCK!



Cláudio Postay, mais um grande orgulho de nossa amada Cariacica.
É muito artista reunido... eu no meio... Carlos Rabello, Jack Zoopatia, Edvan Freitas e Dilio Lyra.
Naira Mota e o professor Erildo.

Naira Mota e Edvan Freitas.


Comentários

  1. Sou do interior de São Paulo, São José dos Campos. Como é possível nunca ter ouvido falar do trabalho maravilhoso que este grupo faz há tanto tempo ?Descobri por a acaso na internet (YouTube), e por causa da música Que fim levaram todas as flores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado amigo por sua participação... e o Moxuara é mesmo maravilhoso... Se enviar seu contato em rede social, posso passar ao grupo de forma especial... um grande abraço do seu editor do undeground...

      Excluir

Postar um comentário

As palhetadas agradecem. TUDO PELO ROCK!

Postagens mais visitadas deste blog

Woodstock: a história ainda não acabou

Carnapunk em Cariacica

Cariacica Punk - Crônica 01