terça-feira, 8 de setembro de 2015

As Lendas do Rock

As Lendas
do Rock

Á frente, na imagem, a banda marcial Talma Sarmento de Miranda, hoje um tanto desafinada, campeã nacional no passado: muitas vezes acordamos ao som do toque da alvorada com a banda evoluindo nas ruas de Campo Grande

O rock de setembro não foi a "parada militar" oficial, que pela primeira vez foi à Cariacica... 

Naquele início de noite, sexta, 04/09, perambulei sem destino pelas ruas de nossa amada Big Field, mesmo sabendo do rock do Bad Guys.

Estava em busca de duas lendas do rock. Eis que os encontro num boteco, lá na Avenida Jerusalém... 

Dezan e Carlos Vargas estavam aquecendo os motores e contando vantagem do mundo...

Juntei-me aos bons e, naquela nostalgia, relembramos vários episódios do underground que vivemos... e fomos em busca de algo mais, de um show de rock, o show do Bad Guys.

E foi lá, no Rendez-Vous, que tudo aconteceu.



Divulgação

Louvamos a década de 80 ao som de um repertório fabuloso emanado das cordas daquela guitarra de timbre fascinante do Fabrício Hoffman...

Nós, fãs do rock and roll e da banda, notamos mais uma qualidade do Bad Guys, a renovação constante no repertório.


O lance de fazer cover não incomoda por causa do amor que Guto Ferrari demonstra...



O cara foi a Londres, parou em Portugal, saltou de pára-quedas, veio de carrinho de rolimã direto pro palco, sem escalas...

Isso é mais que profissionalismo, é respeito pelo rock, pelos fãs e amigos...


Imagem de arquivo

O show foi imperdível!

Longe da vigília de Rosimeri, rolou de tudo: um repertório misto das décadas de 80, 90 e anos 2000, a energia de Guto Ferrari e a certeza do tempo do bumbo nos acordes de Ueliton Oliveria.

Um pouco de efeito na voz e no som em geral, com parcimônia, é coisa moderna, alivia os parceiros e até passa despercebido, sem alterar a qualidade... mas em alguns momentos não deu pra ouvir com clareza a voz do Guto.

O equipo foi todo da banda. Som excelente, com luzes e tal. Na bateria, o bumbo pequeno que possibilita um ajuste mais fino, com menos grave, chama a atenção...

A guitarra Dezan, semi-acústica, perfeita. Muito bonita no visual e acabamento. A preferida do Fabrício, que teve como expectador o próprio luthier Dezan.

O Bad Guys homenageou a banda Brígida D'la Penha com o rock Bicho da Noite.
Foto de divulgação

Foi bom reencontrar amigos num começo de feriadão, numa sexta com dinheiro no bolso pra beber aquela Heineken ou uma fria Corona a R$ 10,00 ... isso é que é rock!

Em tempos de crise mundial e num país alvo dos maiores interesses, segundo Edward Snowden, revivemos as melhores de todas as décadas, mas sob o risco de termos de volta a degeneração de nossa qualidade de vida, por causa da "porra" da política...

Viva o 7 de Setembro, viva o rock, viva as Palhetadas!

Até a próxima...