Roda de Pogo: Punk e Jazz com Léo Aranha

Roda de Pogo:
Punk e Jazz com
Léo Aranha 


Léo Aranha, radicado em Vila Velha/ES, é estudioso da cena underground da década de 80 no Espírito Santo, possuindo uma coleção de vinis de Punk, Hardcore e Rock com mais de 5 mil exemplares. Além disso, mantém uma pesquisa especial na música Jazz, que considera tão underground quanto a música estilo Hardcore Punk que toca nas bandas Harmonia Turbulenta, Mortos pela Escola e A Arma.

Foi bem numa terça-feira daquelas cheias de compromisso que Léo Aranha me ligou fazendo um convite para prestigiar, num sábado vindouro, sua exposição musical no bar Adega Cultural, no bairro Glória, em Vila Velha/ES, onde iria fazer uma discotecagem de Jazz e apresentar seus vinis desse gênero musical.

Achei realmente importante porque Léo Aranha não tem costume de ligar pra falar "qualquer coisa".

Sempre que nos comunicamos é para realizarmos algo voltado à reflexão. Foi assim no Movimento Punk das décadas de 80 e 90, foi assim na Caravana Punk que aconteceu entre 2009 e 2012 e nos movimentos culturais do 1º de Maio e das feiras de vinis no Oriente, em Cariacica/ES.

Além disso, a ligação do movimento rocker de Cariacica/ES e Vila Velha/ES sempre existiu por nossas mãos, e não poderíamos deixar de fazer parte de mais um encontro no interesse da cena local.

Assim, as Palhetadas estiveram presentes na discotecagem jazzística do Léo Aranha, registrando em áudio e imagem mais uma pequena parte da história de nosso mundo underground.



Na roda de Pogo, Léo Aranha, Juliano e Jack Zoopatia.



Abaixo, o registro - parte 1...





Antes, na mesa de bate papo, tivemos também a presença de Alex Vieira, vocalista da banda Morto pela Escola e organizador do Festival de Música Ignorante, que aconteceu no Disaster Skate Park, em Itaparica, com a presença da banda Catarro, de Mossoró/RN.


Alex Vieira, para movimentar a cena local, fez contato com a banda Catarro e a trouxe a Vila Velha para completar sua turnê nacional no Disaster Skate Park, junto com outras bandas capixabas. 

Alex lembra que um dos primeiros shows Punk que assistiu foi da banda Zoopatia, lá pelo começo da década de 90, quando já tocava na banda Ajudantes de Papai Noel.

Mas sua presença na cena vai além de tocar em bandas e assistir a shows.

Alex cumpre o importante papel de registrar eventos e bandas em seu blog EShardcore.com.

Mas faz mais que isso, ele "garimpa" gravações e registros perdidos e disponibiliza esse material em sua página. Parabéns pelo trabalho e conte sempre com as Palhetadas...

Esse é mais um presente aos sedento of rock seguidores das Palhetadas por onde ela for...

Um grande abraço do seu editor do rock...


Alex Vieira (Morto pela Escola), Léo Aranha (Morto pela escola, Harmonia Turbulenta e A Arma) e Juliano (banda A Arma)




Juliano, vocalista da banda A Arma

Noé Filho não compareceu







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Woodstock: a história ainda não acabou

Carnapunk em Cariacica

Cariacica Punk - Crônica 01