segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Palhetadas de Verão: Regência

Em Regência, Don Quixote Punk Contra os Moinhos do Progresso

Refinaria da Petrobrás desativada funcionou por pelo menos vinte anos bem no meio de área de preservação permanente


Não é de se admirar que a escola underground nos traga ótimos frutos, parceiros das palhetadas...

São cruzadas como as de Dom Quixote de La Mancha, mas contra moinhos reais: plataformas de petróleo sanguinolentas, o consumismo exacerbado, a ostentação da exploração econômica de seres humanos, a extinção do meio ambiente saudável...

Tudo se concentra nos chinelos havaianas nos meus pés, na marca volkswagen do meu carro, nos tênis asics e nike que uso, na gasolina que consumo...

Fica complicado assim...

Arte de Henrique Viana, artista plástico, que denuncia a destruição causada pela extração indiscriminada de petróleo em nosso Estado

Neste contexto uma turma destemida do underground se organiza anualmente, estando agora na terceira edição de um movimento refratário a tudo isso descrito acima...

É a galera do Pedal Contra o Pré-Sal, capitaneados por Paulo Henrique Lingüiça, punk velho, e Marcelão, carioacapixaba...




Chegada do primeiro grupo a Regência: foram 150 Km de pedal pelo litoral norte capixaba, com paradas em comunidades pesqueiras e mapeamento dos impactos da exploração do petróleo na fauna e flora locais

O movimento é contra a exploração danosa do petróleo e seus impactos negativos em comunidades de pescadores, áreas urbanas e meio ambiente.

O caso de Regência nos mostra que essa exploração invade áreas de preservação permanente além de não se importar com uma forma racional de retirada desse mineral do subsolo, distribuindo dutos, refinarias e poços sem respeitar os locais por onde passam.


video

São punks, estudantes universitários, casais enamorados, artistas plásticos, jornalistas profissionais, músicos, quilombolas, ativistas políticos (todos são), etc., que pedalaram das cidades de Vitória, Cariacica, Vila Velha e Conceição da Barra até Regência, em Linhares/ES, onde se encontraram e realizaram o encerramento de mais esse ato político com um grande pedalaço, mostra de documentários e panfletagem de material informativo em praça pública...

Além de ato político foi um passeio pelo litoral capixaba excursionando por vilas de pescadores e paraísos ambientais... A pedalada começou na quinta-feira, dia 23, e terminou no sábado.

Henrique Viana (artista plástico), Pulo Henrique Linguiça (FASE-ES) e Nilton José dos Santos, com neta e filho, coordenador do assentamento ribeirinho Caboclo Bernardo, em Regência

Após o ato público na praça da cidade, os pedalantes visitaram a ocupação Caboclo Bernardo, a cerca de 7 Km da vila de Regência, onde foram recebidos com um jantar de maravilhosa recepção e um céu repleto de estrelas...

Os pedalantes no assentamento: formado por 32 famílias, o movimento de assentados Caboclo Bernardo discute a posse de terra devoluta com grande empresa que se diz dona, contrariando parecer do INCRA e IDAF a favor dos colonos. Com isso, as famílias sofrem retaliação, não tendo acesso a energia elétrica, bloqueada por decisão judicial, e veem suas plantações destruídas por ações clandestinas

Violão, conscientização e bate papo... churrasco do bom, fogueira e céu estrelado... Foi assim que encerramos aquele sábado em Regência... No domingo, haja cerveja...

Jantar no assentamento

As cruzadas são muitas e precisamos de mais Dons Quixotes... Acompanhe nas Palhetadas do Rock a preparação para a próxima edição desse passeio/manifesto...

Alongamento para fortalecer a luta social

Estaremos sempre juntos nas jornadas undergrounds...

Do seu editor preferido...

Acessem todas as fotos aqui FOTOS FOTOS FOTOS

Oh yes, o seu editor do underground indica a pousada Vila Sérgio, 27-9-9802-1650, em Regência.

Preço especial para aqueles que citarem ter visto as fotos em Palhetadas do Rock/Pedal Contra o Pré-Sal.



TUDO PELO ROCK!

3 comentários:

  1. Adorei a referência à Don Quixote, creio que sejamos ainda alguns dos poucos sonhadores que se aventuram na resistência contra os moinhos de vento do progresso, ou seja, pescadores de ilusões que nadam contra a corrente e que idealizam um mundo melhor. Belas fotos, belas ideias, belos seres humanos que cultivam a amizade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Cintia... estaremos sempre juntos nas jornadas undergrounds...

      Excluir
  2. o jornalista profissional comprometido com os fatos e afetos faz toda a diferencia numa atividade rica e responsável como o pedal contra o pre sal!
    um grande salve para os ciclistas.força paletada fora cover de Cariacica viva acriatividade

    ResponderExcluir

As palhetadas agradecem. TUDO PELO ROCK!

Postagem em destaque

Raul Seixas From Hell

Raul Seixas, From Hell Acima, o guitar man Wilson dando um toque no Raul. É ou não é from hell? Raul Seixas revisitado e...