domingo, 6 de outubro de 2013

Viva Las Vesgas, viva o rock

Viva Las Vesgas, viva o rock



Ao som de I don't like mondays, da banda The Boomtown Rats, e na companhia de um dos punks mais antigos do Espírito Santo, Noé Filho, escrevo esta crônica.

Caros seguidores das palhetadas mágicas do rock... as nossas palhetadas estão chegando ao fim... sejam ou não sejam do diabo, que é o pai do rock, foi uma jornada inesquecível que vamos guardar na memória... e para aqueles que sentirem saudades, basta acessar a página do blog na nuvem virtual, porque estará lá para sempre...

No túnel do rock tempo

Se alguém se habilitar, poderá seguir dando as palhetadas e até usar nosso domínio, que já está registrado, pela módica quantia de R$ 100.000,00 (cem mil reais)... rsrsrsrsrs

Mas deixemos de lado as agruras da vida real... e, mais uma vez, vamos aos fatos...

Vaccari no templo do rock: é punk

Marcio Vaccari, Marcelo Maia e Fabricio Drumond, ou Viva Las Vesgas, fizeram, como sempre, mais do que prometeram... atenderam ao bis do público sedento of rock e fizeram anjos e demônios dançarem ao ritmo de Elvis, Ramones em versões rockabílicas e muito Bill Harley e bee bops jazz, dentre outros... O público se envolveu ao ponto de assumir os instrumentos e tocar junto com os músicos, na bateria e na guitarra... foi demais...

Aliás, uma das marcas do público campograndense de rock é o entusiasmo, que leva os artistas sempre a retornar por essas bandas em busca da troca de energia que só a interação com um público fiel pode proporcionar.




O show começou por volta das 20h30, bem depois da chuva que desabou na região. A preocupação com um novo temporal deixou os organizadores nervosos e tomando todas as cervejas. O público, ainda tímido, acompanhou com educação inglesa, só faltaram as palmas comportadas... Vaccari precisou até convocar os diabos pra ocupar a pista de dança.

Mas, antes de esquentar, os deuses do rock cochilaram, pensando que era só a chuva. Não deu outra: o suporte de voz do Vaccari queimou. Fim de festa! Nada disso! Imediatamente os rockers boys correram prá lá e prá cá. Resultado: P.A. completo pro Vaccari...


Aos poucos o público se encontrou e até os punk boys entraram na dança e sacudiram os esqueletos no mais puro hardcoreabilly dançante, audível e honesto...

Vaccari, Marcelo e Fabrício louvaram aos deuses do rock pela disposição e performance na bateria ritmada, pela guitarra psychobilly e pelo baixo acústico bebop, todos igualmente envolvidos com o desejo de agradar e mostrar um trabalho de qualidade excelente.

"Hells Angels":  Borracha e os motorheads

Não deu outra, Vaccari só não gritou “ninguém tem nada com isso”, bordão da banda punk capixaba Zoopatia, porque antes disso Jack Douglas e Noé Filho, do Zoopatia, gritaram juntos “viva las vesgas”, quando a banda aportou na casa de eventos Canto Undeground da Roça . No meio do show, Vaccari lembra que Jack e Noé Filho fizeram parte do "movimento" da década de 80 e 90, chamando-os à pista com mais punkrockabilly.

Noé Filho( Harmonia Turbulenta), esse diabo que vos escreve e Oswaldo (RHC)

Num dos clímax do show, Vaccari tira a camisa e detona na postura, misturando-se ao público e divertindo-se igualmente, sentindo-se em casa.



Nicacio e Stela branquela encerram o evento agradecendo ao Palhetada do Diabo e aos demais parceiros, e principalmente ao público, que ficou ainda no local até a cerveja acabar...

Caros amigos e seguidores, quem viu, viveu e se divertiu... encontrou amigos e cerveja gelada...

Aos que, por algum motivo, não estavam presentes, sintam o cheiro desse enxofre histórico por nossas palavras...

PS: alguém quer saber da loirinha vesga bonitinha... Conselho: vai pro rock...





















4 comentários:

  1. Grandes de Campo Grande!
    Foi enorme a nossa satisfação em compartilhar esses momentos de rock and roll e diversão com vcs!
    Agradecimentos da turma do Viva las Vesgas pra essa que é a verdadeira casa do rock no Espírito Santo! Abraços a todos, amigos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nós que agradecemos, parceiro... O underground não é mais o mesmo... mas nós somos... Abraço...

      Excluir
  2. e churrasco finalmente você achou o que você procurava vai enfrente revi! com deus longe de mim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quê... Oh yes... obrigado pela participação... valeu...

      Excluir

As palhetadas agradecem. TUDO PELO ROCK!